O segundo semestre já começou e é chegada a hora, ou melhor, já passou da hora, de fazer o planejamento financeiro de seu negócio para este período. Essa é única forma de garantir bons lucros e se antecipar a imprevistos que possam colocar em risco a operação de sua empresa.

Pensando nisso, organizamos este post com algumas dicas para pequenas e médias empresas em busca de se organizar nesse sentido. Falaremos sobre como avaliar o desempenho financeiro de seu negócio, da importância de se trabalhar com diferentes cenários e estabelecer metas a serem cumpridas. Não deixe de conferir!

Organize uma série histórica de dados financeiros

Sistematizar um histórico de dados financeiros de seu negócio é o grande primeiro passo a ser dado. Para isso, faça um levantamento em busca de conhecer como foram os últimos “2º’s semestres” em termos de volume de vendas, faturamento e de seus principais centros de custos (folha de pagamentos, aquisição de matéria prima/produtos, aluguéis, etc.).

Esse levantamento dará um panorama de quanto de recursos você poderá dispor para fazer frente a todas as despesas e investimentos necessários para fazer seu negócio crescer. Ao mesmo tempo, é interessante observar se no segundo semestre deste ano haverá algum evento que foge ao padrão deste período.

Uma demanda extraordinária de um cliente de peso, por exemplo, demandará um aumento de produtividade e, por consequência, mais pessoal ou equipamentos. O mesmo vale para uma reforma em uma loja ou sede da empresa, por se se tratar de um custo incomum

Trabalhe com diferentes cenários

A partir das informações que se tem em mãos sobre o desempenho financeiro de seu negócio no segundo semestre de cada ano, é possível projetar diferentes tipos de cenários, sendo necessário estabelecer um que seja otimista, um pessimista e um terceiro equidistante desses extremos. Esse tipo de previsão ajudará você a se adequar as circunstâncias.

Trabalhando com um cenário otimista, por exemplo, é possível potencializar lucros, investir na expansão de suas operações e se arriscar em novos projetos. Por outro lado, se o faturamento auferido for muito abaixo da média, você também terá um plano a colocar em prática. Nesse caso, medidas plausíveis seriam contingenciar gastos, realizar demissões, entre outras possibilidades que apontem para diminuição de despesas operacionais.

Estabeleça objetivos claros para o segundo semestre

Estabelecido diferentes cenários para o desempenho financeiro de seu negócio, é hora de estipular metas a serem cumpridas no contexto de cada um deles. Quanto a isso, podemos dizer que cada empresa terá suas especificidades e deve, portanto, avaliar quais devem ser esses objetivos. No entanto, para conferir maior clareza aos apontamentos que gostaríamos de apresentar neste post, vejamos alguns exemplos:

– diminuição de x% no passivo da empresa;

– aumento de y% no faturamento;

– planejamento tributário visando diminuição de custos;

–  investimento em infraestrutura.

Se a coisa apertar, antecipe com a Fina Fácil

Mesmo depois de colocar em prática o melhor planejamento financeiro de seu negócio, pode ser que algum momento você precise desafogar seu caixa. Afinal de costas, empreender é sinônimo de risco e todos estão sujeitos a adversidades. Nesses momentos, você pode e deve contar com a Fina Fácil antecipação de recebíveis.

Realizando um cadastro inteiramente online, você terá a aprovação de sua conta em pouquíssimo tempo e estará habilitado e resgatar suas notas fiscais com vencimento futuro para ter acesso ao dinheiro que você tanto precisa. Entre em nosso site agora mesmo e confira de perto como funciona essa solução.