Dificilmente as pessoas pensam que o crescimento do faturamento pode virar um problema em uma empresa. Afinal, o crescimento no lucro é sempre visto como algo positivo e é natural que seja assim. No entanto, empresas passando por problemas administrativos em função de um crescimento acelerado é algo mais comum do que imaginamos.

Por isso, confira as principais situações em que o crescimento do faturamento pode se tornar um problema para a empresa.

Foco apenas no lucro

Muitas pequenas e médias empresas, ao terem sucesso nos seus negócios, cometem o erro de ter o foco apenas e exclusivamente no lucro gerado. O lucro em si não é o problema. O problema começa no momento em que a empresa não se prepara para a expansão dos negócios, não se preocupando com a logística que envolve a expansão e as novas demandas que consequentemente surgirão. Por isso, um bom planejamento deve sempre vir em primeiro lugar.

Além disso, a preocupação com o crescimento do negócio e o aumento do lucro baseada somente nas vendas limita as possibilidades de se aumentar o lucro de outras formas, por exemplo, reduzindo gastos internos, substituindo equipamentos obsoletos, investindo em inovação ou preparando melhor a equipe com treinamentos específicos.

Amadorismo na gestão

Um erro muito cometido por pequenas e médias empresas, principalmente as familiares, é misturar as finanças pessoais com as finanças da empresa, o que se torna ainda mais problemático em uma empresa em expansão.

Para manter a organização das finanças e para uma gestão contábil de excelência é fundamental que a gestão da empresa, mesmo quando se trata de um negócio familiar, seja estritamente profissional. Isso quer dizer separar as finanças e lucro da empresa das finanças pessoais, e definir valores justos de pró-labore para todos os sócios que também trabalham na empresa.

Isso, além de ajudar a organizar as finanças, também é muito importante para calcular de forma mais precisa os preços a serem cobrados sobre os produtos e serviços oferecidos pela empresa.

Regime tributário

A mudança do regime tributário no qual a empresa se encontra é o principal fator que faz com que empresas em crescimento passem por complicações na gestão. O que acontece é que o regime tributário no qual a empresa se enquadra e os impostos e tributos a serem pagos ao fisco são definidos segundo o faturamento da empresa. Muitas vezes as empresas em crescimento não tomam o cuidado de observar quando se deve mudar de um regime para outro, o que pode causar problemas com a Receita Federal.

Os tipos de regime que temos no Brasil são:

  • Simples Nacional. Válido para micro e pequenas empresas, o limite de faturamento para empresas sob esse regime é de R$ 4.800.000,00 ao ano;
  • Lucro Real. Obrigatório para alguns tipos de empresa que excedem o faturamento de R$ 4.800.000,00 e para empresas que atuam em áreas como bancos comerciais, sociedades de crédito, corretoras de Títulos e financiamentos.
  • Lucro Presumido. Indicado para empresas com faturamento anual que ultrapasse R$ 4.000.000,00, mas menor que R$ 78.000.000,00.

Gestão financeira

O problema mais comum com o qual empresas em crescimento se deparam se dá na parte de gestão financeira. Muitas vezes, por não contar com uma equipe de profissionais especializados, as empresas começam a ter dificuldades para organizar as finanças, manter o fluxo de caixa e cumprir com as suas obrigações tributárias e fiscais.

Uma vez que a empresa cresce e passa a operar com quantidades e valores maiores isso também se refletirá na gestão financeira, que vai passar a ter mais trabalho e responsabilidade sobre a saúde financeira da empresa.

Em tempo de crise manter um fluxo de caixa saudável é fundamental para garantir a estabilidade da empresa, porém, em um cenário de crescimento exponencial isso pode se tornar complicado.

Muitas empresas encontram na antecipação de recebíveis uma forma segura de manter o fluxo de caixa em momentos de grande crescimento. Assim, é possível antecipar valores que só seriam recebidos no futuro e garantir que o crescimento da empresa não será freado por uma carência na sua estrutura financeira.

A Fina Fácil é uma empresa Fintech que oferece esse tipo de solução para negócios que procuram formas de aliviar o fluxo de caixa. Oferecendo seus serviços totalmente via digital, contando com a Fina Fácil você pode ter o recurso antecipado na sua conta em até 24h.

Esperamos que o post tenha ajudado você a preparar sua empresa para crescer ainda mais. Aproveite para também ler nosso post sobre como aumentar seu faturamento e se preparar de forma adequada para isso!